PARÓQUIA
SÃO SEBASTIÃO

igreja matriz - barra mansa

NAVEGUE PELO SCROLL DO MOUSE
Missa de Sábado, Liturgia do 30º Domingo do Tempo Comum, na Matriz de São Sebastião: “Não é possível amar a Deus e não amar ao próximo”

Padre Ozanan Carrara (SVD) presidiu a Missa de sábado, liturgia do 30º Domingo do Tempo Comum, em 24 de outubro, na Matriz de São Sebastião. Na meditação ao Evangelho, o padre comentou sobre os dois mandamentos principais destacado por Jesus.

 

- Jesus resumiu o sentido da religião em dois mandamentos: amar a Deus sobre todas as coisas e amar ao próximo como a si mesmo. Não é possível amar a Deus e não amar ao próximo. A religião tem que ver o rosto de Cristo, no próximo, nas minorias sociais sofridas: o estrangeiro, o órfão, a vítima, o pobre e o indefeso. A religião não pode viver só no cultivo da interioridade. Jesus quer que olhemos a nossa volta. Quer que façamos a ligação entre fé e vida. Não é possível seguir e amar a Deus, mas não olhemos para os mais vulneráveis da sociedade. O apóstolo Paulo, na prisão, escreveu reconhecendo na Carta aos Tessalonicenses que a fé deve produzir frutos, o que essa comunidade vinha se destacando no testemunho de Cristo, em palavras e ações. Jesus teve conflitos com os fariseus por causa de uma religião que eles viviam, só de aparências, mas não se preocupavam com o sofrimento dos pobres e dos mais vulneráveis. A religião deve testemunhar o amor e a misericórdia. Que saibamos testemunhar Jesus em gestos e ações - ressaltou padre Ozanan.

 

No fim da Missa, padre Ozanan deu a bênção final.

 

Vagner Mattos