PARÓQUIA
SÃO SEBASTIÃO

igreja matriz - barra mansa

NAVEGUE PELO SCROLL DO MOUSE
Dom Luiz Henrique preside Missa do Padroeiro da CEB São Judas Tadeu: “Testemunhar a fé como São Judas Tadeu”

A CEB São Judas Tadeu, bairro São Judas, Paróquia São Sebastião, Barra Mansa, Diocese de Barra do Piraí Volta Redonda, comemorou a Festa de seu Padroeiro, em 28 de outubro, com Missa presidida pelo bispo diocesano Dom Luiz Henrique, concelebrada pelo padre Wilson Feitosa (SVD). Na meditação ao Evangelho, o bispo destacou a vida de São Judas e São Simão como mártires da causa de Cristo.

“Nos, alegramos por recordar a vida de São Judas e São Simão. Foram dois mártires que viveram e morreram juntos, testemunharam a fé em nome de Jesus. Não se falava muito sobre São Judas e Simão, isto devido à confusão com o nome de Judas Iscariotes, o traidor de Cristo. Essa devoção a São Judas Tadeu se deve a Santa Gertrudes que em seus textos proclamou a devoção, isto porque foi aconselhada por Deus para a invocarmos São Judas Tadeu para as causas impossíveis e dos desesperados. É bom lembrarmos que os santos e santas são servos de Deus que nos inspiram na vivência do Evangelho. Temos que lembrar de Deus sempre, não só nos momentos mais difíceis em nossa vida. É preciso glorificar a Deus, imitar e pedir sua intercessão. A mãe de São Judas Tadeu era prima irmã de Maria, ele era primo, irmão de Jesus. Judas significa: festejado e Tadeu: destemido. Precisamos reconhecer Deus em nossa vida que se revelou em Jesus Cristo. Procuremos seguir o caminho da justiça e do amor. Nosso caminho é do seguimento a Jesus, caminho da vida, da ética e da moral. São Judas Tadeu nos deixou uma carta que nos exorta a perseverarmos no amor de Cristo e a tomarmos cuidado com os falsos profetas. São Judas e São Simão foram torturados, unidos no martírio. São Simão foi descrito por São Lucas como um zelota, ou seja, era uma classe que lutava com a espada contra o Império Romano. Nossa diocese vai completar 100 anos em 2022, será uma oportunidade de recordarmos o serviço de todos, na unidade e diversidade”, disse Dom Luiz.

No fim da Missa, a CEB São Judas Tadeu agradeceu, Dom Luiz por celebrar pela primeira vez na comunidade e ao padre Wilson Feitosa (SVD).

Vagner Mattos